HifiClube

Lumin Network Player - Fascículo 3: em harmonia com a natureza da música

As ondas quebravam uma a uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só para mim.

                              Sofia Breyner Andresen

PCM é prosa digital, DSD é poesia.

Haverá sempre mais produção e consumo de prosa que poesia. DSD é um nicho, como a poesia na literatura; e a sua interpretação, leia-se, conversão, exige mais esforço e conhecimento. No mercado, há muita prosa de qualidade; a poesia é mais esparsa na criatividade e exigente na compreensão: a forma é rebuscada e o conteúdo rico de significado.

O Lumin domina todos os estilos de prosa digital: da literatura de cordel em MP3, à escrita a metro do CD, que tal como as novelas da moda se vende até nos supermercados; ao romance histórico clássico de trama densa e complexa do PCM HD ( 88, 2, 96, 192 kHz) ao DXD (Digital xTreme Definition: 352,kHz/32 bit); e ainda tem acesso a poesia musical em DSD nativo (Direct Stream Digital).

A grande vantagem reside no facto de não precisar de possuir e acumular discos físicos a apanhar pó nas prateleiras. É como ter centenas de livros guardados, num daqueles leitores portáteis com ecrã de luz orgânica de alta definição.

O Lumin exige estudo, é verdade, e eu próprio vou aprendendo, à medida que avanço na minha aventura audiófila, descobrindo novas pistas e recebendo outras da UAE. Descobri, por exemplo, que o Lumin não converte DSD128, mas também não o rejeita, limita-se a reproduzi-lo a DSD64 sem que se note a diferença. Ou que a saída HDMI pode ser utilizada como interface de DSD multicanal para um conversor externo.

Eu e o Pedro também chegámos à conclusão, depois de uma dica do Miguel Carvalho, que, se substituirmos o nosso Iomega eGO por um Synology, da última geração, é possível instalar o MinimServer dentro do próprio NAS, dispensando assim o PC de estar permanentemente ligado, uma vez armazenados os ficheiros áudio (DSD incluídos) no disco de rede, com a listagem integral disponível no iPad e instantaneamente acessível.

Ou seja, o Lumin é um maravilhoso mundo novo na galáxia do áudio digital de alta resolução. O leitor – e aqui refiro-me a si – não tem nada a temer. Não precisa de exercer como eu o trabalho de explorador, perdendo tempo, cometendo e publicando erros. Só tem de se sentar aos comandos desta nave espacial digital com o seu iPad, e deixar que a tripulação da Ultimate Audio Elite trate de todas as questões técnicas que garantam uma descolagem suave, uma viagem agradável e uma aterragem em segurança num planeta distante.

A nave é construída num bloco sólido de alumínio aeroespacial, o design é também aerodinâmico e a tecnologia de ponta vai mantê-lo no rumo certo. Por exemplo, o Lumin utiliza 4 NZ2520S Series Clock Oscillators com ruído de fase residual: 1 para a frequência de 44,1kHz e respectivos mútiplos até 176,4 kHz; 1 para a frequência de 48khz e múltiplos até 192kHz; 1 para múltiplos de alta frequência de 44.1khz, até 352,8 kHz e 2,8 MHz; e outro para múltiplos de alta frequência de 48kHz até 384kHz e 3,72 MHz (esta última frequência de amostragem é a utilizada quando se selecciona a audição de ficheiros a 96kHz em DSD (ver tutorial em video).

Recoste-se na cadeira, aperte o cinto, clique no iPad: 10...5...3, 2, 1: múuusica! Mas antes perca 5 minutos a ver este tutorial em video para aprender os rudimentos de condução da nave:

No video abaixo, o leitor pode ficar com uma razoável ideia do efeito do circuito de-emphasis, num excerto de uma faixa do CD de Toros e Toreros, editado nos primórdios do formato, com recurso a ênfase prévio para aumentar a dinâmica, numa altura em que os conversores utilizados em estúdio tinham resoluções inferiores a 14 bit.

O primeiro excerto (com ênfase) soa demasiado brilhante; no segundo excerto, com o circuito activado, é reposto o equilíbrio tonal original.

Eis uma questão que não foi possível deixar clara no video do tutorial:

Quando se selecciona custom upsampling de PCM para DSD, a informação surge no iPad e no visor do Lumin; contudo se o upsampling se mantiver no formato PCM (44,1kHz para 176,4kHz, por exemplo) essa informação não fica disponível no visor do Lumin, apenas no iPad, no qual é, aliás, muito completa.

E terminamos o Fascículo 3 com um video da reprodução a 44,1k, 96, 192 kHz e DSD dos primeiros 30 segundos do ritornello do Concerto para 2 Violinos, de Bach, em ré menor BWV 1043, pelo Brecon Baroque Ensemble e a violinista Rachel Podger (Channel Classics).

Nota: o som é meramente ilustrativo – e não representativo – da qualidade dos originais, sobretudo o ficheiro DSD, por motivo da inevitável reconversão para MP3 compatível com a internet. Os leitores são convidados a “assistir” aos concertos ao vivo no auditório da Ultimate Audio Elite, que é aquilo que JVH irá fazer para “escrever” o epílogo desta novela digital.

(Continua)

LUMIN Network Player - Fascículo 1: desafio total

LUMIN Network Player - Fascículo 2: grandes esperanças (great expectations)


comments powered by Disqus