HifiClube

Esotérico - Sugestões de Natal 2015

Esotérico - Postal de Produtos de Natal 2015

Esotérico/Smartaudio: prendas para o seu Natal 2015

Audioquest Nighthawk

Vencedores do prémio de inovação da CES 2015 (categoria Eco Design e Tecnologia Sustentável), os Audioquest NightHwak representam não só o assalto da marca norte-americana ao estado-da-arte dos auscultadores, mas também um teste aos limites em que a qualidade absoluta pode ser oferecida a um preço razoável.

Cada faceta destes auscultadores – a começar pela sua estética ao mesmo tempo elegante e inovadora – foi cuidadosamente otimizada para níveis superiores de desempenho sónico, estético e ergonómico.

Nota: ver teste Hificlube in Artigos Relacionados

Bluesound Node Gen2

A família de produtos Bluesound Gen2 combina áudio de alta resolução 24 bits/192kHz (WAV, AIFF, AAC, WMA, MP3, etc.) com uma extrema facilidade de utilização. E além de reproduzirem a sua biblioteca de músicas de qualidade HD a partir do Vault2 (com disco interno de 2Tb) podem fazê-lo através de um qualquer servidor ou NAS. Os equipamentos Bluesound também suportam os mais populares serviços de música na nuvem como Spotify, Tidal (serviço de streaming com qualidade de CD), TuneIn (milhares de rádios de internet com ligação ao Tidal na App Bluesound) entre outros. Toda a música pode ser controlada via aplicação dedicada em dispositivos Android™, iPhone®, iPod touch® e iPad™; Kindle; PC ou Mac.

Mas da gama, destacamos o pequeno e delgado Node2, a melhor forma de trazer tudo isto e muito mais a um sistema hi-fi, high-end, quer através da saída analógica usando o DAC interno, quer pelas saídas digitais óticas ou coaxiais a um DAC externo já existente. Esta unidade da nova geração, conta ainda com a funcionalidade Bluetooth aptX, uma saída dedicada para auscultadores e possibilidade de ser controlado pelo comando da TV quando ligado a esta pela entrada ótica.

Com o Bluesound Node2, as opções de reprodução são quase infinitas.

Micro iDAC 2

O iDAC foi um excelente conversor 24/192, capaz de cultivar um público muito fiel entre clientes e críticos. O iDAC2 é a nova versão 2015. É um projeto totalmente novo desenhado sobre o louvor generalizado atraído pelo nano e micro iDSD.

A sua reprodução nativa em DSD e PCM, significa que o iDAC2 (e todos os outros DACs iFi) irão manter a integridade do formato até o fim. O que é DSD permanece DSD e o PCM fica em PCM. De 16/44kHz até de Quad-Speed DSD256, o iDAC2 é capaz de lidar com todos os formatos com uma sutileza consumada, sem conversão ou sobre amostragens dos mesmos.

As raízes da AMR/iFI baseiam-se na amplificação de válvulas single-ended, não sendo por isso surpresa que o iDAC2 opere em classe A. O estágio de saída analógica usa um buffer discreto em classe A, que combina um J-Fet de canal N e um transístor bipolar PNP. Isto foi originalmente projetado para a próxima linha Pro e o seu pedigree é irrepreensível.

A AMR/iFI orgulha-se da qualidade de componentes utilizada: Elna Silmic II, condensadores TDK C0G, resistências Vishay MELF, o iDAC2 tem todos. A sua fonte de alimentação inclui o nosso novo ‘Super regulador ®’ um filtro de ruído de derivação bastante singular que limpa a alimentação USB para o DAC.

Por trás do diminuto tamanho do iDAC2 bate um coração de circuitos digitais e analógicos de design incomparável em execução, igualada apenas por outras máquinas da iFi.

Sistema Retro 50

Inspirado por amplificadores clássicos intemporais como o Marantz 7, Leak Estéreo 20 e pelas colunas BBC LS3/5A, o sistema estéreo Retro 50 da iFI/AMR representa a "reinicialização do sistema estéreo" para o século XXI.

Trata-se de sistema de estéreo tudo-em-um com amplificação a válvulas, que da tecnologia Bluetooth aptx, à alta resolução digital (computador), passando pelo vinil (gira-discos), permite a reprodução de todos os formatos a partir de qualquer tipo de fonte de sinal.

Possui 4 válvulas EL84X e 2 ECF82 com um circuito de terra incrivelmente avançado e baseia-se no DNA dos melhores amplificadores clássicos a válvulas.

Funcionando principalmente na classe A, possui uma potência de 25W mas que parece surpreendentemente realista pelo desempenho sónico que reflete o excelente desenho e implementação.

Características principais:

Dispositivos inteligentes capazes de Bluetooth, aptX e NFC podem ser "emparelhados" com o sistema. A partir daí, basta abrir a App de música, seja do dispositivo móvel, do Spotify ou do Tidal para obter música sem fios.

Independentemente do método de escuta preferencial – do Spotify ao J.River; o estéreo 50 permite desfrutar das músicas num nível totalmente novo, pois descodifica todos os sinais de áudio de alta resolução de DSD512 a PCM768kHze 2xDXD, via entrada USB, no entanto também conta com as habituais entradas Spdif coaxial e óptica.

Para quem usa auscultadores, o Retro 50 tem entradas separadas de 3,5 e 6,3 mm. Cada entrada tem seu próprio ganho e sensibilidade para combinar perfeitamente com qualquer tipo de auscultadores e inclui ainda parametrizações 3D e XBass ®.

Para os amantes dos discos pretos, o Retro 50 possui ganho ajustável 38-62dB para cabeças MM/MC, para além de 6 diferentes curvas de EQ RIAA.

As colunas são baseadas nas famosas LS 3/5A mas com características específicas, como uma caixa feita em bamboo, um material mais leve e mais rígido e pela opção de não utilização de unidades OEM standard, mas desenvolvidas pela própria marca. Para finalizar o conjunto é fornecido com cabo de coluna em cobre banhado a prata e terminado com bananas de 4mm de alta qualidade.

Naim Mu-so

Muito mais que uma coluna sem fios. Seis altifalantes amplificados por seis amplificadores de 75W cada, controlados por um poderoso processador DSP de 32bits. Caixa de madeira, revestida a alumínio, para um excelente compromisso entre qualidade e decor. Conectividade com e sem fios e funcionalidades nunca antes vistas num produto deste patamar de preços, como seja rádio de internet, ligação uPnP para reprodução de ficheiros de HR (24bits/192kHz), disponibilidade de serviços de streaming como Spotify e Tidal (este ultimo com qualidade de CD), isto para além dos habituais Bluetooth aptX e Airplay. Reprodução a partir de dispositivos USB, de ligação ótica ou analógica e controlo feito, quer por comando à distância, quer por App para iOS ou Android, fazem deste um verdadeiro sistema de alta-fidelidade dos tempos modernos que veio abrir um novo segmento no mercado acima das colunas wireless.

Tivoli Model One

Lançado originalmente no ano 2000, o Tivoli Audio Model One foi uma verdadeira pedrada no charco no mundo da eletrónica de consumo: um rádio com estética de "telefonia", 100% analógico num mundo cada vez mais digital, com um mínimo de botões e funcionalidades, focado numa só coisa: sintonizar e reproduzir rádio AM/FM com a melhor qualidade possível.

Mas mesmo os clássicos têm de se manter em sintonia com os tempos, pelo que a Tivoli Audio propõe agora o Model One BT – toda a qualidade e simplicidade do rádio original, mas com suporte para ligação sem fios com qualquer dispositivo que possua conectividade Bluetooth.

Atrás, encontramos tomadas standard para fichas mini-jack de 3,5 para ligação direta de dispositivos móveis (o que permite compatibilidade com equipamentos que não tenham Bluetooth), saída para auscultadores e saída para gravação de sinal. Para além do sintonizador de alta qualidade, a caixa de madeira é o segredo para o excelente som do Model One, uma vez que funciona como uma verdadeira coluna de som, possuindo até um pórtico atrás, para reforço dos graves.

Nota: legendas e textos da responsabilidade de Esotérico/Smartaudio

Para mais informações:

Esoterico

Website: Http://www.esoterico.pt

Redes Sociais: http://www.facebook.com/esoterico.pt/info/o

Smartaudio

Website: Http://www.smartaudio.pt

 

 

 


comments powered by Disqus